3 razões para subir a Cúpula da Basílica de São Pedro

A Basílica de São Pedro é uma das principais atrações turísticas no Vaticano, sendo, inclusivamente, um ponto de paragem obrigatório para a maioria dos turistas. Muitos preocupam-se em entrar no interior da Basílica, no entanto, outros, sobem a Cúpula da Basílica de São Pedro.

Existem inúmeras razões para subir a Cúpula da Basílica de São Pedro, mas, antes de pensar na subida, deve conhecer um pouco mais acerca da história da mesma.

Um Pouco de história

A Basílica de São Pedro foi iniciada por encomenda do Papa Júlio II – sendo que essa foi a altura em que se começou a reestruturar – e com ajuda de Bramante. Após o falecimento de ambos, apenas os pilares centrais estavam construídos, mas o projeto voltou a seguir em frente, daquela vez, sobre as mãos de Raphael Sanzio.

Este, apesar de tudo, não foi o último a trabalhar na Basílica de São Pedro. Outros nomes que podem ser mencionados são Antonio de Sangallo, Michelangelo, Bernini, entre outros. Ocorreram diversas alterações até à planta final que pode ser visitada hoje.

No final, a Cúpula da Basílica de São Pedro chegou aos 136 metros de altura e 41,50 de diâmetro.

Como chegar ao topo da Cúpula da Basílica de São Pedro?

Nem todos têm a possibilidade de chegar ao topo da Basílica de São Pedro. Isto deve-se aos intermináveis 551 degraus que têm que ser subidos. Para o conseguir, existem 2 patamares diferentes: um que fica ao final de 231 degraus e outro que fica no final dos 551 degraus.

Caso deseje ficar no primeiro patamar, terá uma bela vista sobre toda a Praça de São Pedro. Existem duas formas de chegar ao primeiro patamar, sendo uma delas a subida a pé pelos 231 degraus e outra a subida pelo elevador. Aconselhamo-lo a subir pelo elevador os primeiros degraus, pois a caminhada é bastante longa.

Caso, por outro lado, deseje continuar para o segundo patamar, onde pode ver o Vaticano do ponto mais alto, deve subir os restantes degraus que o irão fazer passas diversos desafios até chegar ao topo. Caso consiga terminar, a vista será esplendida e, acredite, valerá cada degrau e cada gota de suor derramada.

Quais os preços para fazer a subida?

Existem dois preços distintos para fazer a subida da Cúpula da Basílica de São Pedro.

  • €7 que corresponde à subida de 231 degraus de elevador e os restantes a caminhar.
  • €5 que corresponde à subida de todos os degraus a pé.

A escolha do método mais adequado é sua. No entanto, lembre-se que após os primeiros 231 degraus, ainda restam mais de metade. A subida vai ser um autêntico desafio, portanto, caso deseje, invista mais 2€ e permita-se subir a partir da saída do elevador.

3 razões para subir a Cúpula da Basílica de São Pedro

Caso ainda não tenha certezas quanto à subida da Cúpula da Basílica de São Pedro, damos-lhe algumas razões para a subir. Lembre-se que caso seja doente cardíaco ou claustrofóbico, não o deve fazer. Toda essa informação é oferecida no início.

  1. A união conseguida durante a subida

A subida da Cúpula da Basílica de São Pedro não é algo fácil de ser realizado. Existem até atletas que têm dificuldade em fazê-lo. Portanto, durante a viagem, existirá imensa ajuda entre as pessoas e, caso não se sinta bem, alguém irá estar lá para si.

Existe, inclusivamente, um local em específico que é impossível subirem duas pessoas lado a lado. A consequência disso é que se você parar de subir, toda a fila irá parar. Ao contrário do que muitos esperam, a sua paragem não receberá críticas, apenas será acompanhada por outras pessoas que também desejam descansar.

  1. O sentimento de realização no final da subida

Após a subida, vai chegar ao topo esgotado. No entanto, assim que parar e pensar nos desafios que realizou – começando por trezentas ou quinhentas e poucas escadas –, vai sentir orgulho e realização por ter chegado ao topo. Nesse momento lembre-se que é um dos poucos que tem a possibilidade de ver a vista maravilhosa.

  1. A vista extraordinária

A vista é, por último, a principal razão para fazer toda a subida. Do topo conseguirá ver os vários quilómetros do Vaticano. A vista conseguida no topo da Cúpula da Basílica de São Pedro não é encontrada em outro local do Vaticano. Aproveite você também.

 

Após toda a subida, não perca também uma ida aos Jardins do Vaticano. Lá pode pode descansar um pouco e estar em paz no local.

Leave a reply:

Your email address will not be published.

Site Footer

Sliding Sidebar